Macroplan na mídia

CE sobe 3 posições em ranking de infraestrutura

Compartilhe
Estado saiu do 15º lugar no País para o 12º. No Nordeste, o Ceará é o 3º, atrás do Rio Grande do Norte e da Paraíba

Em dez anos, o Ceará subiu três posições no ranking nacional de infraestrutura. Em 2004, ocupava o 15º lugar, saltado para a 12º colocação em 2014. Os dados são do estudo Desafios da Gestão Estadual (DGE), realizado pela consultoria Macroplan, especializada em cenários futuros e gestão pública. Neste quesito, o Estado é o terceiro da região Nordeste, atrás do Rio Grande do Norte (8º) e da Paraíba (11º).

Apoiado pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), o estudo analisa nove áreas de resultados (educação, saúde, segurança, juventude, infraestrutura, desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, condições de vida ? e ainda a gestão fiscal) em um conjunto de 28 indicadores e de forma comparativa entre as 27 unidades da Federação.

No ranking geral, o Ceará melhorou de posição em dez indicadores analisados e tem o 15ª melhor desempenho do País. Em 2004, ocupava a 18ª posição. Dos 28 indicadores, o Estado conta com o melhor resultado em qualidade da energia, sendo o 2º colocado, atrás de São Paulo. O cálculo leva em consideração o número e as horas de interrupções no fornecimento do serviço. No quesito proporção de rodovias pavimentadas e qualidade da malha viária, o Estado é o 13º colocado do ranking nacional. Em acesso à internet e à telefonia, ocupa as 23ª e 21ª posições, respectivamente.

Em relação ao desenvolvimento econômico, de 2004 para 2014, o Ceará saltou apenas uma colocação no ranking nacional, saindo do 21º para 20º lugar, um das piores do País. No Nordeste, é o 4º, perdendo para Sergipe (16º), Pernambuco (17º) e Piauí (19º).

Nos quesitos Produto Interno Bruto (PIB) per capita, taxa de desemprego e informalidade, o Estado aparece na 23ª, 14ª e 21ª posições, respectivamente.

Estratégias

Adicionar comentárioO seu e-mail não será publicado