Macroplan na mídia

Macroplan apóia estratégia para PPA 2008-2010 do Sebrae SP

Compartilhe
O Sebrae de São Paulo concluiu, no final de agosto, com o apoio da Macroplan, a elaboração do seu Plano Plurianual (PPA) para o horizonte 2008-2010, totalizando um orçamento de R$ 642,6 milhões para o período, o maior do Sistema Sebrae.
No novo PPA foram priorizados programas e projetos que vão diversificar e ampliar o uso de canais de atendimento remoto e virtual para o acesso do público alvo ao conhecimento do Sebrae. Segundo o diretor associado da Macroplan e coordenador do projeto, Renato Naegele, essas mudanças são parte importante da estratégia do Sebrae-SP para cumprir o objetivo de fortalecer o relacionamento com as micro e pequenas empresas (MPEs) e empreendedores e promover a massificação do acesso aos produtos e serviços. “O Sebrae de São Paulo possui um público de 5 milhões de clientes potenciais. Em 2010 serão 7,1 milhões. Para atender esse grande universo de empreendedores é preciso disponibilizar produtos e serviços em grande escala utilizando as novas tecnologias disponíveis. É uma forma de atender mais e melhor”, afirmou.

O PPA 2008-2012 também dá destaque à inovação nas MPEs, com projetos que visam estimular a inovação como fator de diferenciação e competitividade. Outro destaque é o apoio à regulamentação da Lei Geral das MPEs no Estado de São Paulo e nos municípios.

Com as novas estratégias, o Sebrae-SP espera aumentar a taxa de sobrevivência das micro empresas atendidas e ampliar a geração e manutenção de empregos no Estado, uma vez que as MPEs paulistas respondem por 98% dos estabelecimentos, 67% das ocupações e 28% do faturamento no Estado.

O planejamento da atuação do Sebrae SP junto às micro e pequenas empresas, assim como a definição de diretrizes e prioridades estratégicas da organização para os próximos três anos envolveu os diretores, gerentes executivos e 60 gerentes da Organização. “Houve um importante avanço na consistência e na qualidade do processo de planejamento, que se refletiu na carteira de projetos”, afirmou o consultor da Macroplan Leonardo Cassol.

Adicionar comentárioO seu e-mail não será publicado